Wander Geraldo assume compromisso de retomar projeto que torna samba rock patrimônio cultural imaterial de São Paulo


O candidato a vereador pelo PC do B, Wander Geraldo, entrou em contato com lideranças do movimento samba rock para retomar o andamento do projeto que reconhece o samba rock como patrimônio cultural imaterial de São Paulo.

No fim do mês de agosto, Wander Geraldo iniciou sua articulação através da UNEGRO em busca de representantes do movimento samba rock para dialogar sobre políticas públicas que favorecessem essa cultura e seus praticantes.

Divulgação - Foto: Alexandre Prestes

Divulgação – Foto: Alexandre Prestes

Desse primeiro contato surgiu a pauta sobre a retomada do projeto de lei que havia sido iniciada em 2014, com o então vereador em exercício na época, Netinho de Paula — veja aqui a relatoria da primeira plenária e da segunda plenária.

Iniciada a possibilidade de andamento do projeto, foi marcada uma reunião para a última terça-feira, dia 13/09, que contou com a presença de pessoas parceiras ligadas ao poder público e representantes de coletivos atuantes no movimento samba rock. Estavam presentes:

Parceiros
– Julião Vieira
– Wander Geraldo
– Valéria Leão
– Rosa Maria Anacleto
– Mari Medeiros
– Márvia Scárdua
– Edson França
– Simone Nascimento
– Anair Novaes
– Alexandre Prestes

Movimento samba rock
– Nego Júnior
– Marcelo Malê
– Nando Sagatiba
– Jorge Japonês
– Marco Mattoli
– José Xavier
– Néia Limeira
– Felipe Spadari

Feitas as devidas apresentações, o diálogo foi iniciado com um panorama dos mecanismos para criação da justificativa do projeto de lei que reconhecesse o samba rock como patrimônio cultural imaterial e os caminhos seguidos até a pausa no andamento do processo.

Divulgação - Foto: Alexandre Prestes

Divulgação – Foto: Alexandre Prestes

A retomada do processo proposta pelo então candidato a vereador por São Paulo, Wander Geraldo do PC do B, foi satisfatoriamente bem recebida pelos presentes na reunião e abriu caminho para a discussão de um plano de ações para alcançar a conclusão do processo de declaração do samba rock como patrimônio. Portando existem dois caminhos a serem seguidos, pelos quais Wander assumiu o compromisso de tomar a frente no processo:

1. Declaração do Samba Rock como Patrimônio Imaterial – Dar entrada no processo através do poder executivo via Conpresp (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo), montando um acervo com conteúdo histórico físico e digital para compor a justificativa para reconhecimento do samba rock como cultura de origem paulistana.

2. Lei do Samba Rock Patrimônio Imaterial – Via poder legislativo será protocolado no primeiro dia de mandado do vereador Wander Geraldo, se eleito, projeto de lei que reconhece o samba rock como patrimônio imaterial. Se aprovado na Câmara Municipal de São Paulo por votação dos vereadores da casa, líderes do movimento terão mais força para solicitar recursos às suas produções culturais e artísticas pela cidade.

Foram firmadas também parcerias com a UNEGRO (União de Negros pela Igualdade) estando presentes na reunião integrantes e a presidência nacional, Edson França, e estadual, Rosa Maria Anacleto; com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (SMPIR) através da figura do secretário Maurício Pestana representado pela chefe de gabinete Valéria Leão; e com o então deputado federal por São Paulo Orlando Silva representado pela chefe de gabinete Márvia Scárdua. Essas parcerias são de extrema importância para o projeto seguir firme e fortalecido utilizando-se da competência profissional de cada integrante dessa rede que se forma em busca desses objetivos.

Na próxima semana, segunda-feira, dia 19/09, às 13h na Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (SMPIR), acontecerá uma reunião com o secretário Maurício Pestana, representantes do poder público e lideranças do movimento samba rock para discutir o fortalecimento das ações em busca do samba rock como patrimônio cultural imaterial.

Compareça e venha discutir ideias e ações conosco. O samba rock precisa do seu apoio!

Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (SMPIR)
Rua Libero Badaró, 425, 6° andar – Centro
São Paulo – SP

Mais informações
Tel.: 11 4571-0930 – 11 98223-1879 com Nego Júnior

Samba Rock Na Veia
Samba rock e outras culturas

Categories

+ There are no comments

Add yours