Novo álbum de Elza Soares trará samba rock inédito que inclui o verso-título do álbum


Previsto inicialmente para ser lançado em abril, o 33º álbum de Elza Soares vai efetivamente chegar ao mercado fonográfico em maio deste ano de 2018, a um mês da cantora carioca completar 88 anos. Intitulado Deus é mulher, o sucessor do retumbante álbum A mulher do fim do mundo (2015) tem repertório inédito de tom feminino que inclui músicas como Banho (Tulipa Ruiz), Dentro de cada um (Luciano Mello e Pedro Loureiro), Eu quero comer você (Romulo Fróes e Alice Coutinho), Língua solta (Alice Coutinho e Romulo Fróes) e O que se cala (Douglas Germano, compositor do samba Maria da Vila Matilde, sucesso do disco anterior), além do samba-rock Deus há de ser, composto por Pedro Luís com letra que inclui o verso-título do álbum produzido por Guilherme Kastrup sob direção artística de Romulo Fróes.

Divulgação

Divulgação

Composto somente por mulheres, o bloco afro paulistano Ilú Obá de Min pôs voz e percussões em Banho e em Dentro de cada um. Aliás, as bases do disco foram gravadas no estúdio Red Bull Station, na cidade de São Paulo (SP), por banda integrada pelos músicos Marcelo Cabral (baixo e bass synth), Rodrigo Campos (cavaquinho e guitarra), Kiko Dinucci (guitarra, sintetizador e sampler), Mariá Portugal (bateria, percussão e MPC) e Maria Beraldo (clarinete e clarone). Já as vozes de Elza – em foto de Daryan Dornelles – foram gravadas no estúdio Tambor, na cidade do Rio de Janeiro (RJ).

Fonte: G1 – Blog do Mauro Ferreira
https://g1.globo.com/musica/blog/mauro-ferreira/post/elza-da-voz-a-tulipa-a-alice-coutinho-e-ao-bloco-ilu-oba-de-min-em-album-feminino.ghtml

Siga a gente nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram

Samba Rock Na Veia
Arte, cultura e lazer na levada do samba rock

Categories

+ Não há comentários até o momento

Adicionar o seu